Service95 Logo
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido
Issue #025 Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Images of the artwork on display at Queer Britain museum Andrea With Amber, 2002, Robert Taylor; Gay Pride Protest, London, 1977, Hulton Archive; David Hoyle, Sadie Lee; Raheem ii, Alia Romagnoli; John Sturrock/King’s Cross

Queer Britain: o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido

Por muitos anos, a história queer foi obscurecida, apagada, escondida e difícil de encontrar. Apesar de a internet ter divulgado a história LGBTQIA+, tornando nosso passado mais acessível, as instituições culturais, os museus e as escolas estão levando mais tempo para acompanhar a mudança. Queer Britain, o primeiro museu LGBTQIA+ do Reino Unido, espera mudar isso.

Inaugurado em maio de 2022 em King’s Cross, em Londres, o museu é uma criação de Joseph Galliano. Enquanto trabalhava como editor da revista Gay Times, ele percebeu que muitos jovens LGBTQIA+ sabiam pouco sobre a história queer. Galliano refletiu sobre a ideia por uma década, até perceber uma mudança radical no setor cultural do Reino Unido, como a exposição Queer British Art no Tate Britain em 2017 e a ascensão do movimento “Queering the Museum”, que avaliava as coleções do V&A e do British Museum sob uma ótica LGBTQIA+. 

“Meu medo era que, se alguém não mantivesse a chama acesa, demoraria mais 50 anos para alguma coisa acontecer”, diz Galliano. “Também queríamos disponibilizar algo para as mulheres e pessoas trans, não brancas e com deficiência – um grupo mais diverso da nossa comunidade – se verem refletidas de uma forma inédita e sentirem que suas vozes também foram incluídas.

Com a ajuda do cofundador Ian Mehrtens, de um conselho diversificado de curadores, de inúmeros voluntários e de generosos patrocinadores, Galliano dedicou os últimos cinco anos a transformar o Queer Britain em realidade. Apesar de pequeno, o espaço causa impacto. A exposição temporária de abertura incluiu uma linha do tempo fotográfica dos direitos LGBTQIA+ no Reino Unido e retratos de famílias queer.

Inaugurada esta semana, a exposição We Are Queer Britain é “uma mistura abundante de objetos históricos, artefatos e coisas que nunca foram vistas antes”, diz Galliano. “Fizemos uma referência à exposição Queer British Art e vamos exibir a porta da cela de Oscar Wilde na prisão de Reading Gaol. Também vamos mostrar documentos da nossa comunidade sobre ativismo, história social, mudanças legislativas e socialização. Estamos fazendo muita coisa dentro de um espaço pequeno.” 

Lisa Power, uma das administradoras do museu e que passou a vida defendendo os direitos LGBTQIA+ no Reino Unido, conta que fez questão de incluir histórias queer de todo o país. “Eu moro no País de Gales e queria mostrar a Grã-Bretanha, não só Londres”, diz ela. “Também quero celebrar as pessoas queer que vieram para o Reino Unido do mundo todo, muitas vezes fugindo da perseguição e encontrando uma família aqui.”

Em 2022, a vida das pessoas LGBTQIA+ nunca esteve tão evidente, e o sucesso de uma instituição como o Queer Britain só solidifica isso. Por outro lado, o aumento de crimes de ódio anti-LGBTQIA+ e projetos de lei como o Don’t Say Gay, da Flórida, mostram que ainda precisamos ser vigilantes. “Nossa resposta é estarmos visíveis e insistindo na inclusão dentro dos limites do que fazemos”, diz Galliano.

Mas ele não tinha ideia das ramificações emocionais. “Houve casos de pessoas que entraram e começaram a chorar. É aquela coisa de ser visto. Para algumas pessoas, isso é muito tocante”, diz ele.

“Espero que o museu ajude as pessoas a valorizarem sua história”, acrescenta Lisa. “Espero que este seja um lugar onde um adolescente possa levar seus pais para mostrar quem somos. E quem eles são.”

Alim Kheraj é redator freelancer e apresentador do podcast Queer Spaces. Seu primeiro livro, Queer London, é um guia do passado e presente LGBTQIA+ de Londres

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe