Service95 Logo
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer
Issue #014 Por que a comédia romântica nunca vai morrer

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Film stills from romantic comedies Happiest Season, Lacey Terrell/Hulu; Heartstopper, Rob Youngson/Netflix; Marry Me, Alamy; Think Like A Man Too, Alamy; Yeh Jawaani Hai Deewani, Netflix

Por que a comédia romântica nunca vai morrer

Algum gênero de filme sofre tanta injustiça quanto a comédia romântica? Ela é ignorada nas premiações, ridicularizada por críticos esnobes e descrita como um “prazer culposo”, mesmo por alguns fãs! Mas por que sentir culpa? No meu livro From Hollywood With Love: The Rise And Fall (And Rise Again) Of The Romantic Comedy, descrevo a era de ouro das comédias românticas, de Uma Linda Mulher a Podres de Ricos, entre outros títulos. Foi emocionante conversar com as pessoas que fizeram esses filmes acontecerem e ouvir histórias de bastidores. Quando terminei as entrevistas com os roteiristas, diretores e atores das comédias românticas de hoje, fiquei ainda mais convencido de que, apesar dos detratores, as “rom-coms” nunca vão morrer. Na verdade, elas estão evoluindo. Por muitos anos, as comédias românticas de Hollywood focavam sempre o mesmo tipo de casal: branco, cisgênero, classe média alta, morando em Nova York e trabalhando como jornalistas, arquitetos ou jornalistas de arquitetura. Os filmes também terminavam quando o casal central se reunia, ou seja, bem quando as histórias começavam a ficar realmente interessantes. Mas isso está mudando. Ninguém faz romance como Bollywood – Jab We Met e Yeh Jawaani Hai Deewani são apenas dois exemplos das comédias românticas mais amadas da Hollywood indiana. Rom-coms com protagonistas negros – clássicos cults como O Príncipe das Mulheres, com Eddie Murphy e Halle Berry; Além dos Limites, com Sanaa Lathan e Omar Epps; e Pense Como Eles, com Kevin Hart e Taraji P Henson – também fazem muito sucesso, afastando cada vez mais a ideia de que só existe um tipo de amor digno de ser retratado. Em 2020, Alguém Avisa?, centrado no romance entre Kristin Stewart e Mackenzie Davis, foi a maior estreia da história do serviço de streaming Hulu. Em 2021, a comédia romântica de Natal mais badalada da Netflix foi Um Crush Para o Natal, estrelando Michael Urie e Philemon Chambers como melhores amigos que percebem que existe algo mais no relacionamento. Isso aconteceu menos de um ano depois de Para Todos os Garotos: Agora e Para Sempre, que, além de trazer a perspectiva de uma garota coreano-americana, aproveita o fato de ser o terceiro filme de uma franquia para aprofundar o relacionamento central, algo que não teria sido possível no filme original. Caso ainda haja alguma dúvida, 2022 promete a longevidade do gênero. Case Comigo marcou o retorno triunfante de Jennifer Lopez às comédias românticas (além de Shotgun Wedding, a ser lançado ainda este ano); Cidade Perdida tem Sandra Bullock escolhendo entre Channing Tatum e Brad Pitt; e Bros, um projeto sentimental de Billy Eicher, se concentra no romance entre dois homens gays. As comédias românticas não morreram – elas estão mais fortes do que nunca! E vão continuar porque, como dizem, histórias de amor de verdade nunca terminam. Scott Meslow é editor sênior da revista The Week e escritor e crítico de publicações como GQ, New York e The Atlantic. From Hollywood With Love” é seu primeiro livro

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe