Service95 Logo
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?
Issue #057 Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Conceptual illustration of woman in pain from an IUD Gracia Lam, 2023 ©

Por que a anestesia não é oferecida na inserção do DIU?

Quando se trata de não engravidar, a maioria das opções tem pelo menos um efeito colateral negativo. Escolher um contraceptivo é como escolher o menor dos males. Por exemplo, o DIU (dispositivo intrauterino). Com validade de cinco a 10 anos e uma taxa de proteção de mais de 99%, os benefícios são evidentes, ou seja, é uma das opções mais populares recomendadas pelos médicos. No entanto, apesar de elogiado por profissionais de saúde, a falta de divulgação sobre a dor que as mulheres sentem durante – e após – a sua inserção é gritante. Depois de anos sofrendo em silêncio, o tema virou objeto de discórdia em espaços online como o TikTok. As usuárias do DIU estão compartilhando suas experiências, muitas vezes bastante angustiantes. A questão principal é: por que não há anestesia durante a inserção do DIU?

Os DIUs estão disponíveis em dois formatos principais: hormonal e de cobre. A maioria das inserções segue basicamente a mesma sequência: inserção do espéculo (instrumento de metal ou aço em forma de bico de pato, usado pelos ginecologistas para alargar as paredes da vagina, facilitando o exame), pinçamento cervical, medição do útero, inserção do dispositivo e corte das cordas. A ginecologista Staci Tanouye explica que o processo “geralmente leva cerca de dois minutos”. Simples, certo? Teoricamente sim. É um procedimento relativamente rápido, mas não indolor. O “leve pinçamento” durante o clampeamento cervical consiste em duas agulhas perfurando a carne do colo do útero. O útero é medido por uma haste plástico e, em seguida, o corpo estranho é inserido. Para muitas mulheres, o processo é seguido de intensa cólica menstrual. 

Tive o prazer de passar por duas inserções e posso confirmar a dor. Consegui voltar para casa depois dos dois procedimentos, mas foi bem difícil. Minha primeira inserção teve uma plateia composta por uma enfermeira, uma estudante de medicina, um médico e meu namorado na época. Curiosamente, todos pareciam mais preocupados com o bem-estar do meu namorado, debatendo se ele deveria ficar no quarto ou se desmaiaria, enquanto eu estava deitada, ansiosa e com as pernas abertas. A preocupação com a tolerância masculina não surpreende, se considerarmos que a maioria dos tratamentos para alívio da dor são testados em homens e, portanto, atendem a eles. A inserção em si foi muito desconfortável, como cólicas menstruais severas, mas não insuportável. A segunda inserção aconteceu após a remoção do dispositivo anterior e foi muito mais dolorosa. Quando a pinça apertou meu colo do útero, fiquei tensa e a dor foi insuportável. Minha respiração acelerou, fiquei tonta e lágrimas rapidamente se formaram nos meus olhos. Minha médica foi bastante compreensiva e fez uma pausa para eu me recompor. Mesmo assim, não foi possível – meu colo do útero se recusou. Foi quando ela sinalizou para a enfermeira pegar o anestésico local. Tomei uma injeção no colo do útero (muito “agradável”) e a dor angustiante desapareceu. Depois, fui mancando para casa, um pouco tonta e dolorida.

Infelizmente, minha experiência não foi uma raridade. A enfermeira Alex Waters descreve a inserção do DIU como “a experiência mais dolorosa da vida [dela]”, seguida por três dias no sofá para recuperação. Meu caso foi diferente porque recebi um anestésico local. O alívio da dor não foi oferecido a Alex. “Gostaria de ter tomado analgésicos de antemão ou ido a um profissional que poderia ter me ajudado”, diz ela. A Dra. Staci concorda que um certo grau de alívio da dor deveria ser padrão. “O controle da dor deve ser discutido antes de cada inserção. Os médicos precisam ter essa discussão com as pacientes com antecedência para que elas possam tomar uma decisão informada.” 

Então, por que o alívio da dor não é garantido para a inserção do DIU? Segundo a Dra. Staci, a dor é subjetiva, portanto é impossível definir uma forma padronizada de alívio. “A dor do colo do útero e do útero é muito complexa; há uma enorme graduação de dores – de ausente a intensa. Estudos indicam que a maioria das mulheres relata que a dor não é pior do que uma cólica menstrual, mas há pessoas com menos ou mais tolerância. O colo do útero e o útero têm várias terminações nervosas, que variam de pessoa para pessoa. Portanto, embora várias opções de controle da dor tenham sido estudadas, nenhuma mostrou uma melhora consistente.” O argumento sobre a subjetividade da dor é válido – minhas duas experiências foram diferentes. Isso dificulta a decisão sobre um nível apropriado de anestesia, mas a comunicação sobre o alívio da dor para as necessidades de cada mulher ainda é escassa.

Por isso, ativistas e profissionais de saúde feminina estão entrando em ação. Um exemplo da mudança é o serviço Tia nos EUA, que está criando “um novo padrão de atendimento para mulheres”. Com tratamentos que vão de saúde mental a distúrbios hormonais, o Tia também oferece inserção e remoção de DIUs e é pioneiro na acupuntura como uma opção para alívio da dor durante o procedimento. No Reino Unido, Lucy Cohen criou uma petição no Change.org defendendo o alívio da dor em inserções e remoções do DIU após sua própria experiência dolorosa – o recurso já acumulou mais de 35.000 assinaturas desde 2021. O aumento de mulheres acessando espaços online para compartilhar suas histórias, fazer campanhas e divulgar a conscientização finalmente expôs sua dor, e o crescente número de relatos em primeira mão levou o setor médico a reconhecer abertamente o problema. A Faculty of Sexual and Reproductive Healthcare (FSRH) e o Royal College of Obstetricians and Gynecologists (RCOG) divulgaram em 2021 uma declaração do presidente do RCOG, Dr. Edward Morris, que dizia: “É muito angustiante ouvir sobre as experiências de dor que algumas mulheres sofrem com a colocação do dispositivo anticoncepcional. Acreditamos que a dor insuportável durante qualquer procedimento ginecológico é inaceitável, e todos os especialistas que trabalham com saúde feminina, como enfermeiros especializados, médicos de família e ginecologistas, precisam ouvir e levar em conta o que está sendo dito”. É um passo bem-vindo, mas será que ajuda a esquecermos que a dor das mulheres está sendo ignorada? Ainda não, diz a Dra. Staci. “Historicamente, é um problema em todas as áreas da medicina, principalmente quando se trata de mulheres não brancas. Estamos melhorando o reconhecimento da dor feminina, mas ainda temos um longo caminho pela frente.” 

Georgia Moot é modelo e escritora, e mora entre Londres e Nova York. Ela já escreveu para a Vogue britânica, Refinery29, Browns fashion e Dazed.

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe