Service95 Logo
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy
Issue #063 “Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Author Max Porter's new novel Shy

“Parecia uma febre”: o autor Max Porter fala sobre a criação do seu novo romance Shy

No verão de 2021, o autor Max Porter sonhou com um menino caminhando pela floresta que rodeia sua cidade natal, Bath, na Inglaterra. “A membrana entre o menino e a floresta era fina, como se estivesse desaparecendo”, lembra ele, sentado perto do canal Kennet and Avon, apontando para a floresta aparentemente assombrada onde imaginou o garoto. Max passou o ano anterior trabalhando em projetos não relacionados à prosa (incluindo o filme de uma instalação de arte com o ator Cillian Murphy e escrevendo letras de música com Bonnie “Prince” Billy). A espera pela inspiração para seu próximo livro “estava começando a parecer uma febre”, diz ele. Então, um dia, ao acordar, o futuro protagonista emocionalmente atormentado “baixou em mim como um poltergeist”. Shy é o livro resultante; o primeiro rascunho escrito em apenas três semanas.

Portrait of author Max Porter
Max Porter ⓒ Francesca Jones

Não costuma ser assim. “Foi a primeira vez que não fiz nenhum desenho ou pesquisa”, diz, mas ele se acostumou com o inesperado. Seu livro de estreia em 2015 Grief Is The Thing With Feathers, sobre um pai e dois filhos que lamentam, na companhia de um corvo cacofônico, a perda de sua matriarca, foi comprado por uma editora americana por £1.000. Eles esperavam vender 60 cópias do agora best-seller traduzido para 27 idiomas e adaptado para uma célebre peça teatral.

Apesar do sucesso inesperado da estreia, a pressão não mudou o estilo da escrita de Max: “Tenho a sorte de partir do seguinte princípio – trabalhar com o que amo”, diz ele. “Não preciso me direcionar para o que quero fazer.”

Seu último romance é a história de Shy, um adolescente desprivilegiado em uma peregrinação mórbida para tirar a própria vida. Max explora o passado do menino através de vozes distantes: sua mãe angustiada, um fantasma e os funcionários do internato para crianças problemáticas em que ele mora.

O autor fala de seus personagens como se não os tivesse criado, mas os descoberto em sonhos. Shy, diz ele, “pode não conseguir se expressar muito bem, mas sua bússola política é impecável”. O ator irlandês Cillian Murphy, que estrelou a versão teatral de Grief, também notou isso: “Há uma humanidade e uma fragilidade nos personagens e no trabalho de Max Porter que partem o coração”, disse ele à Service95. “Mas ele faz isso com inteligência e cuidado.”

Tanto em Grief quanto em Shy, crianças e jovens são escritos com respeito e precisão emocional raramente vistos fora da ficção para jovens adultos. É um reflexo da perspectiva de Max sobre o poder guardado na adolescência. “Odeio o menosprezo à ferocidade da experiência adolescente”, diz ele. “É um esnobismo psicológico não apenas antiquado, mas perigoso e contraproducente. Como sociedade, deveríamos ouvir melhor os adolescentes. Gostaria que a sociedade adulta fosse assim.”

Shy é principalmente uma história de época sobre um menino e sua tristeza, mas também pode ser vista como uma parábola moderna sobre como clamamos por ajuda em um mundo em chamas. Na manhã em que Max e eu nos encontramos, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas emitiu um “alerta final” aos formuladores de políticas: combater a crise climática ou enfrentar danos irreversíveis. “Parece que os cientistas estão gritando para o mundo ouvi-los”, diz Max. “Isso parece muito com o Shy.”

O escritor londrino Douglas Greenwood é editor colaborador da revista i-D e escreve para títulos como New York Times, GQ e Vogue

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe