Service95 Logo
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra
Issue #007 A necessidade da alegria negra

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Black model smiling wearing orange tulle dress Nadine Ijewere

A necessidade da alegria negra

O que é alegria negra? É uma pergunta simples, mas difícil de responder. Neste momento, é um conceito filosófico, uma estrutura que ainda está sendo definida – suas condições e legados ainda estão sendo estabelecidos. 
 
No meu livro Black Joy – uma antologia sobre o significado de ser negro e britânico – escrevi que, para mim, alegria negra “é o riso contagiante da minha mãe e tia. É meu pai me dizendo para ter orgulho da minha herança. É a sensação de ir para a minha primeira Candy Dance. É sair do avião na Jamaica. É a emoção de ouvir um canto que ressoa comigo em um protesto. É o estica e puxa suave do meu cabelo afro sendo trançado. É um olhar de reconhecimento. É compartilhado, individual. Tudo isso e muito mais.”  
 
Conforme ampliei o conceito, a alegria negra passou a ser quase exclusivamente sobre as experiências gerais de toda a comunidade. São as coisas que nos unem literalmente – festas, música, dança e comida – mas também figurativamente – como entendemos uns aos outros porque tivemos experiências semelhantes, únicas para pessoas da nossa raça. 
 
Audre Lorde escreveu: “O compartilhamento da alegria, seja física, emocional, psíquica ou intelectual, forma uma ponte entre aqueles que a compartilham, o que pode ser a base para entender o que não é compartilhado”. 
 
Ou seja, a alegria negra ultrapassa distâncias e cria laços inquebráveis. Impulsiona a empatia e atua na resistência em um mundo que muitas vezes torna difícil para os negros saírem ilesos em sistemas que operam contra nós. A alegria negra nos ajuda a sobreviver e prosperar. Oferece novas formas de reestruturar nossas identidades em relação aos aspectos que nos fazem felizes. Muitas vezes, espera-se que abordemos nossa negritude em relação ao trauma. A alegria negra é uma resistência a isso. 
 
Charlie Brinkhurst-Cuff é jamaicano, jornalista do New York Times, editor do livro Black Joy publicado pela editora Penguin e vive em Londres 

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe