Service95 Logo
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança
Issue #071 O poder social e político da dança

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Image of woman dancing Chloé Lopes Gomes. Trunk Archive

O poder social e político da dança

No início do livro de Emma Warren, Dance Your Way Home, há uma citação do DJ e produtor Theo Parrish. “Escapismo sempre foi um termo usado para descrever a dança”, diz. “Esta é a visão de quem está de fora. O que a dança oferece mesmo é solidariedade.”

Emma diz que essa citação (usada com a permissão de Theo) está “um pouco fora de contexto” porque veio de um discurso mais longo feito durante o movimento Black Lives Matter de 2020 e o acerto de contas racial que varreu o mundo. “Ele estava se dirigindo à comunidade europeia branca de dance music, dizendo: ‘Como você pode se envolver com essa música e não defender as pessoas negras nos Estados Unidos neste momento?’”, explica ela.

O significado mais amplo das palavras de Theo combina com os temas do livro de Emma. “O que ele (e eu) está dizendo é que as coisas que fazemos são politicamente poderosas quando as fazemos juntos”, diz. “As forças que tentam nos controlar geralmente começam com o controle do corpo em movimento, como na pista de dança.”

O livro de Emma, que explora desde centros juvenis dos anos 1980 a clubes lendários, incluindo Plastic People em Londres e The Loft em Nova York, também funciona como um livro de memórias. É apenas um de uma série de novos livros celebrando a alegria e o poder da dança. Outro deles é Sacred Spaces, que contém cartas de amor para pistas de dança escritas por frequentadores assíduos do mundo dos clubes, como Róisín Murphy e Kevin Saunderson. Raving, de McKenzie Wark, analisa como a pista de dança funciona como um espaço para pessoas trans formarem comunidades. Temporary Pleasure explora a arquitetura de casas noturnas, enquanto On The Dance Floor, de Claire Marie Healy, foca retratos de filmes, com prefacio de ninguém menos que Cher.

Images of On The Dance Floor book cover and pages
On The Dance Floor/A24

Embora exista uma relação entre o isolamento da covid seguido pelo interesse em dançar em 2023, a tendência ultrapassa acontecimentos recentes. “É algo que fazemos como espécie”, diz Emma. “Tipo, ‘por que os pássaros voam?’ Dançamos porque somos humanos e, quando dançamos, nos tornamos mais humanos.”

Book cover Make Some Space by Emma Warren

Emma é jornalista e radialista, e também publicou Make Some Space – a história do cultuado clube do leste de Londres, Total Refreshment Centre, que perdeu a licença para música ao vivo em 2019. Militante dessa cultura há décadas, ela observa o poder da dança atravessar gerações e comunidades, transcendendo os clichês. “As pessoas subestimam a pista de dança porque acham que é só hedonismo ou sexo”, diz ela. “Não é necessariamente assim. Trata-se também de características humanas muito básicas relacionadas à união e ao relacionamento.”

Isso acontece já na tenra idade, diz Emma. “Tenho feito oficinas em uma escola primária”, explica ela. “Hoje, vi duas meninas com um relacionamento um pouco conturbado… No final, elas estavam rindo e bem mais próximas. Evidências mostram que quando as pessoas dançam juntas, gostam mais umas das outras.”

Lauren Cochrane é redatora sênior de moda no The Guardian e autora de The Ten

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe