Service95 Logo
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional
Issue #058 A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional

All products featured are independently chosen by the Service95 team. When you purchase something through our shopping links, we may earn an affiliate commission.

Image of woman in yoga pose wearing purple trouser boots Bjarne Jonasson/Trunk Archive

A verdade sobre a síndrome do esgotamento profissional

Em todos os setores – da hospitalidade e saúde a finanças e educação – um número crescente de mulheres está sofrendo de exaustão por estresse. Pesquisas indicam que o esgotamento está por trás da “era de demissões em massa”, e Victoria Joy pergunta: será que é tarde demais para mudar isso?

Muito além de listas intermináveis de tarefas e pausas inexistentes, o esgotamento foi reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um “fenômeno ocupacional” em 2019. Vinculando-o diretamente a altos níveis de estresse, principalmente no local de trabalho, os sintomas de esgotamento listados no manual de diagnóstico da OMS incluem: sensação de exaustão e falta de energia, aumento da distância mental do trabalho ou sentimento negativo em relação à carreira e redução da produtividade. Em outras palavras, seu tanque está vazio. 

O site do sistema nacional de saúde do Reino Unido oferece uma gama mais ampla de sintomas, adicionando sentimento de desamparo ou aprisionamento, sensação de distanciamento, aumento da insegurança, níveis mais altos de procrastinação e sentimento de sobrecarga. 

Embora o termo já fosse usado antes de 2020, para muitas pessoas a pandemia de covid-19 criou o ambiente perfeito para o crescimento dos níveis de estresse, com riscos de saúde para os trabalhadores da linha de frente; o trabalho remoto invadindo a vida pessoal; interrupção das interações sociais; insegurança financeira para empresas e funcionários em licença; e aumento da sobrecarga doméstica. 

Apesar da maior conscientização sobre saúde mental, estatísticas confirmam uma realidade preocupante. Uma pesquisa conduzida pela Glassdoor entre 2021 e 2022 revelou que a discussão sobre esgotamento entre profissionais do Reino Unido aumentou 48% em 12 meses. Já a Deloitte’s Women at Work 2022: A Global Outlook descobriu que quase 40% das mulheres que procuram ativamente um novo emprego citam o esgotamento como motivo principal. 

Com funcionários corporativos checando e-mails o dia todo, prejudicando a vida doméstica e o sono, e profissionais de saúde e hospitalidade fazendo níveis perigosos de horas extras e renunciando aos intervalos, não surpreende que 35% das mulheres classifiquem a capacidade de desligar do trabalho como ruim/muito ruim.

Por que o esgotamento parece estar ligado ao gênero? Não só as mulheres são mais propensas a conciliar trabalho com cuidados e atividades domésticas não remuneradas (sem contar aquelas forçadas a espremer uma carga integral em contratos de meio período), mas elas também são mais afetadas pela insegurança financeira devido à disparidade salarial entre homens e mulheres e por geralmente trabalharem em setores com salários mais baixos. Entre diversos outros estudos, uma pesquisa não governamental de 2021 intitulada “Um fardo desigual” descobriu que 35% das mulheres jovens tiveram seu salário de licença durante a pandemia complementado pelo empregador, em comparação com 53% dos homens jovens. 

Tentar remediar o burn-out com uma licença de uma semana ou um happy hour bem-intencionado é como tentar estancar uma artéria com um único ponto – pouco demais, tarde demais. O segredo é implementar medidas para evitá-lo, e tanto os indivíduos quanto as empresas têm um papel nisso. 

5 maneiras de evitar o esgotamento

A cultura de estar “sempre ligado” pode parecer inevitável, mas essas dicas apontam outras formas de trabalhar e se proteger do esgotamento.

  1. Controle a tecnologia
    Receber notificações de trabalho constantes no seu telefone ou laptop confunde os limites entre vida profissional e pessoal. Silencie as notificações fora do expediente e quando estiver se concentrando em uma tarefa específica para minimizar as distrações. 
  2. Estabeleça bases fortes
    Quando estamos estressados, ocupados ou exaustos, nossas necessidades básicas são as primeiras a serem negligenciadas. Portanto, cuidar dessa base é um ato de autocompaixão e aumenta a resistência contra o estresse diário. Isso inclui refeições nutritivas ingeridas sem distração, luz natural no rosto pela manhã e sono noturno de boa qualidade. Escolha uma atitude e faça dela uma prioridade.
  3. Mantenha sua identidade
    Se seu trabalho for exaustivo, preste atenção em como você o descreve. Em vez de dizer “eu sou” (professor, gerente de projetos etc), diga “eu trabalho como” (professor, gerente de projetos etc). Isso pode ajudar a definir limites mentais entre vida profissional e pessoal, lembrando que seu trabalho é só uma parte de quem você é e da sua vida.
  4. Controle o perfeccionismo
    A necessidade de aprovação alheia, de tomar as melhores decisões e de se superar está aumentando seu estresse no trabalho? Tente enxergar sua carga com novos olhos – “bom o suficiente” em vez de “perfeito” – e seja realista sobre o que pode ser feito. 
  5. Descanse e reinicie
    Abra espaço para descansar e recalibrar. Pode ser preciso descobrir novas formas de relaxar, e algumas alternativas são meditar, socializar com amigos, ouvir música e fazer atividades sem o telefone, como quebra-cabeças.

Victoria Joy é coach qualificada e ajuda as pessoas a retomar o controle da vida cotidiana, eliminando a sobrecarga e criando hábitos consistentes para facilitar o dia a dia

Read More

SUBSCRIBE TO SERVICE95 NEWSLETTERS

Subscribe