Service95 Logo
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Issue #037 A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?
Image of model wearing a swimsuit, showing her abdomen Trunk Archive

A saúde intestinal é a nova cultura da dieta?

A saúde intestinal está em alta online. Lutando contra o cansaço? A culpa é do seu intestino! Sofrendo de inchaço? A culpa é do seu intestino! Espinhas estourando na pele? Já sabe... Confirmando o fato, a hashtag #GutHealth tem 2,4 bilhão de visualizações no TikTok. A ordem é “curar nosso intestino”, então tópicos como “cura intestinal” e “dicas de saúde intestinal” estão inundando o FYP (For You Page) do aplicativo. Para os não iniciados, esses vídeos começam listando sintomas como desequilíbrio hormonal, confusão mental, inflamação no corpo… Depois, eles mostram uma foto do tipo “antes e depois”: corpos inchados em selfies tiradas em banheiros mal iluminados se transformam em abdomens tonificados e bronzeados. Segue-se uma infinidade de dicas de dietas e mudanças de estilo de vida que afirmam fornecer os resultados. Alguns influenciadores cultuam suco de aloe vera. “Minha saúde intestinal? Nunca esteve melhor”, clama um deles em um vídeo curtido mais de um milhão de vezes. Outros defendem shots de azeite extra-virgemágua com sementes de chia e sopa no café da manhã. Tudo em nome da “saúde intestinal”. Mas será que estamos falando em “saúde intestinal”? Ou isso é uma nova fachada para a cultura das dietas?

Sem dúvida a saúde do intestino afeta a saúde geral. Estudos recentes revelaram que o papel do intestino é fundamental para o corpo todo: pele, digestão, imunidade e até a saúde mental. O problema da obsessão da internet com a saúde intestinal, como aponta um artigo do The New York Times , é que não há dados suficientes para provar se esses recursos melhoram a função digestiva. 

“Nosso conhecimento sobre a saúde intestinal aumentou consideravelmente”, explica a terapeuta nutricional e autora Eve Kalinik. “Mas há um lado sombrio, que é a promoção de produtos e programas. Além disso, pode incentivar o desequilíbrio alimentar sob o pretexto de ser saudável.”

A tendência do detox atingiu seu pico na década de 2010. Embora a terminologia associada a dietas tenha saído de moda e se transformado em tabu, a febre online da saúde intestinal simplesmente substituiu as palavras. Termos como “anti-inchaço” (ou seja, sem barriga) ou “cura intestinal” têm o pretexto de melhorar a saúde. “Intestino saudável não significa não ter barriga”, explica Eve. “Não é estética, mas o que está acontecendo por dentro. É aí que está a má divulgação.” O discurso também preocupa os profissionais. “‘Cura intestinal’ é um termo da moda. Evitamos usá-lo pois ele costuma ser associado a protocolos nem sempre baseados em evidências”, explica Jo Cunningham, diretora clínica e nutricionista registrada na The Gut Health Clinic. Eve Kalinik concorda: “Não gosto de usar o termo ‘cura intestinal’ porque o intestino não precisa necessariamente ser curado. Ele pode precisar de suporte, que depende do contexto de cada pessoa.” 

Um estudo de 2020 revelou que 40% da população mundial sofre de problemas gastrointestinais que afetam a qualidade de vida, então essa questão existe. Segundo Eve, as principais coisas a serem observadas são “mudanças no funcionamento intestinal, sangue nas fezes e qualquer dor ou inchaço excessivo e persistente. Tudo isso deve ser verificado por um médico”. Compulsão por carboidratos, inchaço, pele ruim, inflamação e fadiga são acusados de sinalizar um intestino danificado, mas também são sintomas corriqueiros. Insinuar que sejam sintomas de um intestino danificado não é apenas desnecessário, explica a Dra. Lara Zibarras, psicóloga e coach de liberdade alimentar, mas pode levar a um relacionamento negativo com a comida e a imagem corporal. Por isso, ela adverte contra rotular os alimentos como bons ou ruins para o intestino. “Isso promove a alimentação desordenada. A eliminação de alimentos de uma dieta sem um motivo clínico é desnecessária.” 

É muito difícil identificar a verdade sobre a saúde intestinal online porque o conteúdo pode se disfarçar de fatos cientificamente comprovados. Os criadores podem se descrever como “nutricionistas” ou “médicos holísticos”, muitas vezes encobrindo a falta de credenciais, alerta Jo Cunningham. “O título profissional de nutricionista é protegido, portanto, se um nutricionista está recomendando algo, o conselho é baseado nas evidências científicas mais recentes. Embora alguns deles sejam habilitados e altamente qualificados, infelizmente qualquer um pode se passar por profissional.” 

Como a maioria das coisas online, é prudente desconfiar de certos conselhos. Jo acredita que a atual obsessão com a saúde intestinal é mais um exemplo do conteúdo online de “transformação”. “Embora modas antigas focassem dietas e desintoxicações, a saúde intestinal é diferente, pois é realmente benéfica para a saúde. Você só precisa buscar conselhos no lugar certo.”

Eve Upton-Clark é jornalista freelance com trabalhos publicados na Dazed, i-D, Refinery29 e Cosmopolitan, e mora em Amsterdã

← Back

Thank you for subscribing. Please check your email for confirmation!
Invitation sent successfully!

Please check your email for a reset password link!

Subscribe