Service95 Logo
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Issue #020 Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?
Illustration of women protesting about the safety of dating apps outside the Tinder offices Asha Wilson © 2022, @that_there_asha

Os aplicativos de namoro estão fazendo o suficiente para proteger as mulheres?

Em janeiro de 2022, um estuprador de 31 anos chamado Tom Rodwell foi condenado à prisão perpétua no Reino Unido. Durante o julgamento, o júri ouviu como ele agrediu cinco mulheres entre 2017 e 2020. Elas tinham uma coisa em comum: todas conheceram Rodwell no Tinder.

Hoje, estima-se que mais de 323 milhões de pessoas no mundo usem aplicativos de namoro. Esse número aumentou consideravelmente durante a pandemia. Pessoas confinadas, solitárias e solteiras viraram escravas das telas – o único portal para a intimidade. Foi uma mudança colossal, que levou milhões de usuários a buscar o amor com um deslizar dos dedos. E um novo grupo demográfico começou a usar esse recurso: pessoas que, de outra forma, evitariam o namoro virtual em busca de algo mais “autêntico”. Mesmo que essa seja uma fantasia de filmes românticos, ela ficou ainda mais distante com o coronavírus. Houve consequências. Conforme os aplicativos de namoro eram mais usados, os casos de abuso, assédio e violência sexual aumentaram na mesma proporção. De acordo com um estudo feito pelos órgãos de jornalismo investigativo ProPublica e Columbia Journalism Investigations, de 1.200 mulheres que usaram plataformas de namoro nos últimos 15 anos, mais de 30% sofreram algum tipo de agressão sexual e, entre elas, mais da metade alegou estupro. “Aplicativos de namoro funcionam como uma promessa de sexo para homens heterossexuais. Quando essa promessa não é concretizada, muitos deles podem exigir que ela seja cumprida, já que, para eles, ‘combinar’ com alguém online é garantia de sexo”, explica Nancy Jo Sales, autora de Nothing Personal: My Secret Life In The Dating App Inferno. Pesquisas indicam que, embora essas questões afetem desproporcionalmente as mulheres, algumas delas são mais vulneráveis. Estatísticas comprovam que mulheres de comunidades marginalizadas são mais propensas a sofrer violência online baseada em gênero. Isso é muito evidente nos aplicativos de namoro, onde o elemento visual é enfatizado. “Mulheres negras e pessoas não binárias correm maior risco e, muitas vezes, enfrentam situações complexas de fetichização e misoginia nas plataformas de namoro”, diz Gabriela de Oliveira, chefe de política, pesquisa e campanhas da instituição de caridade anti-abuso Glitch. Um relatório realizado na Califórnia identificou como isso amplifica os estereótipos racistas, criando um ambiente em que a violência não é apenas desenfreada, mas normalizada. “Isso gera situações em que usuários brancos supõem que as mulheres negras deveriam ser ‘gratas’ por fetichizações indesejadas, ou usuários cisgêneros supõem que pessoas trans deveriam ser ‘gratas’ por comentários sexuais indesejados”, diz a professora Kath Albury, que conduziu uma pesquisa sobre violência em aplicativos de namoro em Melbourne, Austrália. Fatores socioeconômicos importantes também devem ser considerados. “Desigualdades são comuns em namoros”, acrescenta Albury. “Pessoas mais jovens ou mais pobres também podem ser vítimas desse pressuposto de ‘gratidão’ ao receber atenção de usuários mais velhos ou em melhor situação financeira.” Isso aumenta o risco de exploração, principalmente em países onde o sexo fora do casamento (e, consequentemente, o uso de aplicativos de namoro) é considerado tabu. Nesses casos, é improvável que as vítimas busquem apoio e, mesmo que o façam, não há garantia de que serão levadas a sério. Vivemos em um mundo onde é normal culpar a vítima. Assim, a violência sexual é um crime difícil de denunciar e com baixas taxas de condenação, o que intimida as pessoas que a enfrentam. Tudo fica ainda mais difícil em um aplicativo de namoro, onde espera-se que os moderadores resolvam reclamações de agressão sexual em minutos – e sem nenhum treinamento especializado. Sem contar inúmeros casos em que os criminosos denunciados retornam ao aplicativo poucos dias após serem denunciados. E mesmo que os acusados sejam banidos de um aplicativo, nada os impede de baixar outro. É um sistema que coloca o ônus sobre a vítima. Foi o caso de Natalie Dong, de 21 anos. Depois de insistir por vários dias para que o Tinder removesse seu estuprador da plataforma, ela precisou ir até o prédio da empresa com um cartaz gigante dizendo “MEU ESTUPRADOR AINDA ESTÁ NO TINDER” para ser ouvida. O acusado foi banido pouco tempo depois. Os aplicativos de namoro estão lentamente começando a tomar medidas contra a violência. A verificação de fotos já é comum, e algumas empresas, incluindo o Tinder, lançaram verificações de antecedentes em suas plataformas. O Bumble está oferecendo sessões de terapia gratuitas para usuários que denunciam agressão sexual. Ainda não sabemos se essas medidas são úteis, afinal, a violência sexual é um problema sistêmico, que os aplicativos de namoro não podem evitar totalmente. O que parece estar fazendo a diferença são as conversas mais amplas inseridas em obras da cultura popular, como I May Destroy You. A série inovadora da BBC, escrita e estrelada por Michaela Coel, mostra uma cena em que um personagem masculino, Kwame (interpretado por Paapa Essiedu), é agredido sexualmente por um homem que conheceu no Grindr depois que os dois fazem sexo consensual. A cena gerou discussões importantes sobre consentimento e segurança em aplicativos de namoro. São coisas como essas que nos informam sobre as nuances da violência sexual, dentro ou fora do ambiente online. Talvez as mudanças tangíveis e duradouras em nível social e legislativo só sejam possíveis quando esse entendimento aumentar. Aqui estão cinco aplicativos de namoro que implementaram novas maneiras de ajudar a manter as mulheres seguras:
  1. Bumble – o primeiro aplicativo de namoro feminista, que permitiu que as mulheres “tomassem a iniciativa”.
  2. Her – um dos principais aplicativos para mulheres queer e trans.
  3. S’More – os usuários veem apenas uma versão borrada de um perfil, e ele vai ficando mais nítido conforme a conversa progride.
  4. The Sauce – neste aplicativo, os perfis tradicionais são substituídos por vídeos para dar uma noção mais realista dos usuários.
  5. Safer Date – realiza verificações de identidade e antecedentes de todos os usuários.

Olivia Petter escreve sobre relacionamentos no The Independent e é autora do livro Millennial Love, publicado pela 4th Estate

← Back

Thank you for subscribing. Please check your email for confirmation!
Invitation sent successfully!

Please check your email for a reset password link!

Subscribe